Carvalho Tercentenário

16/02/2019

Um carvalho tercentenário para barricas excepcionais para realçar vinhos excepcionais: uma árvore excepcional, com 350 anos de idade, foi abatida quinta-feira, 14 de fevereiro, na floresta de Bercé, no sul de Sarthe , França. 

O majestoso carvalho derrubado tinha uma altura total de 45 metros. Consistia de uma bola de tronco - a parte inferior da árvore, até os primeiros ramos - 19 metros de altura com um diâmetro mediano de 1,07 m, ou 17,2 m 3 de madeira, indicava National Forest Office (ONF), gestor da floresta de Bercé.
"Os podadores levaram 1 h 15, 25 metros de altura, para remover os primeiros ramos que ainda tinham 60 cm de diâmetro", disse Joel Linte, responsável em Sarthe e Mayenne pelo NFB. A operação, que durou várias horas, ocorreu na presença de compradores, a Cooperativa Sylvain, sediada em Libourne (Gironde), e seus clientes, principalmente americanos. Uma empresa familiar, a cooperativa Sylvain emprega cerca de 50 funcionários. Produz 33 mil barris por ano, dos quais 70% são vendidos no mercado internacional.
A FABRICAÇÃO DOS BARRIS COMEÇARÁ EM VÁRIOS ANOS
O carvalho de Bercé será dividido em breve, mas os 80 a 100 barris serão fabricados em apenas três ou quatro anos, o tempo para permitir que a madeira seque.

Mas o carvalho tricentenário será reservado para a fabricação de uma série limitada de barris chamada "Coleção", que será usada para a criação de cubos de prestígio. Lançada há dez anos, toda a série "Coleção" é feita a partir de carvalhos com mais de 300 anos. Nos últimos anos, a tanoaria comprou notáveis ​​carvalhos de 350 anos, o carvalho de Colbert e o carvalho de Morat, provenientes da floresta de Tronçais (Allier).

Matéria Fonte :16 de fevereiro de 2019 carvalho madeira barril REVERSADE Pascal.     O Mundo dos vinhos (OMDV).